Medphoton - Diagnósticos e Terapias

Exames


CSS MenuMaker
Perfusão Cerebral

 

 


O que é Cintilografia?

A Cintilografia é uma sofisticada técnica de diagnóstico por imagem que utiliza uma pequena dose de uma substância química radioativa (radiofármaco). Esta substância funciona como um marcador que ajuda a detectar a presença de câncer, traumatismo, infecção ou outras doenças.

Numa Cintilografia, o radiofármaco é geralmente administrado por via endovenosa, permitindo que a substância seja transportada pela circulação sanguínea até ao órgão que se pretende visualizar, como tireoide, coração, ossos, fígado, rins, etc

Existe assim uma grande diversidade de Cintilografias porque a diferente constituição química dos múltiplos radiofármacos disponíveis permite a sua correspondente acumulação em diferentes órgãos. Os radiofármacos emitem raios gama (semelhantes aos raios X) que são detectados por um equipamento especial chamado câmara gama. Após essa detecção, os dados obtidos são analisados por um computador que produz uma imagem do órgão que se pretende estudar.

Os locais do órgão onde existem alterações captam o radiofármaco de uma forma diferente do considerado como normal e isso tem uma tradução na imagem cintilográfica. O Médico especialista em Medicina Nuclear faz o estudo e interpretação das imagens e formula o laudo.


Para que serve a Cintilografia?

As Cintilografias são exames realizados frequentemente para a detecção de câncer, para verificar se o câncer se disseminou (metastizou) para outros órgãos como os ossos ou o fígado, bem como para avaliar a eficácia de um tratamento instituído contra o cancro. Outra razão comum para a realização destes exames consiste na avaliação da função de múltiplos órgãos como a tireoide, o coração, o fígado, os rins, etc.

A Cintilografia óssea, por exemplo, é muitas vezes realizada para procurar identificar sinais de um câncer que tenha metastizado para os ossos a partir de outro local do corpo como a mama, o pulmão ou a próstata. A Cintilografia óssea pode igualmente identificar a presença de câncer com origem nos próprios ossos. Pode também permitir estudar situações não cancerosas, como infecções ósseas ou das articulações, bem como fraturas ósseas que possam não ser evidentes ou que sejam difíceis de diagnosticar por outros meios de diagnóstico.

 

É necessário algum preparo ou dieta para a realização de Cintilografia?

Uma vez que os organismos mais jovens como os embriões, fetos e crianças pequenas, são mais sensíveis aos efeitos das radiações ionizantes, torna-se necessário ter um cuidado particular nestas situações. A paciente deve comunicar ao médico se estiver grávida ou, se existir possibilidade disso, verificar antes. Deve ainda comunicar ao médico se estiver amamentando, uma vez que alguns dos radiofármacos utilizados podem ser eliminados através do leite materno.

A realização de algumas Cintilografias implica a suspensão de medicamentos e de certos alimentos. Em algumas Cintilografias torna-se necessário tomar certos medicamentos específicos como preparação para o exame. O paciente deverá obter previamente informações com seu médico ou junto ao Serviço de Medicina Nuclear onde vai realizar o exame.

Antes de efetuar uma Cintilografia, o doente deve retirar objetos que possam interferir com a detecção da radiação (por exemplo: joias, relógio, pulseiras, cinto de metal, etc).

 

Como a Cintilografia é realizada?

De um modo geral, uma Cintilografia é um exame realizado em hospital ou em instalações clínicas apropriadas para o efeito (Serviços de Medicina Nuclear). O radiofármaco é habitualmente injetado numa das veias do paciente, geralmente no braço. O exame pode iniciar-se logo após a administração do radiofármaco ou pode ser necessário aguardar algum tempo até que exista uma concentração adequada do radiofármaco no órgão a estudar. Na maioria dos casos, o paciente pode se ausentar durante esse período e que regressar mais tarde para concluir o exame.

Para a obtenção das imagens cintilográficas o doente deve deitar-se na própria cama do equipamento (câmara gama). A câmara gama detecta a radiação emitida pelo corpo do paciente sem lhe tocar. Depois desse procedimento, o paciente pode retomar as suas atividades normais sem necessidade de qualquer cuidado particular. O exame não requer acompanhante a não ser para crianças ou pessoas muito debilitadas.

 

O exame de Cintilografia é arriscado?

Os radiofármacos usados nas Cintilografias são seguros e rapidamente eliminados do organismo. O nível de radiação envolvida é da mesma ordem de grandeza, ou inferior, que o de algumas radiografias convencionais. É muitíssimo raro acontecer qualquer reação adversa leve. Se acontecer, o médico presente no local é responsável pelos cuidados a serem administrados.

Visitas

Visitas hoje: 154

Visitas ontem: 323

Esta semana: 587

Total: 24856

Unidades:


Unidade I Localiação

Av. Francisco Ribeiro nº 1.140 - 4º Andar

Santa Mônica - Uberlândia / MG

Vitis Med Center


Unidade II Localiação

Av. Vasconcelos Costa nº 962 sala 5F
Martins - Uberlândia - MG

Hospital Santa Genoveva


34 3210-5501

34 3236-5505

 

34 99165-8212

34 99165-5487

34 99644-4445

 

contato@medphoton.com.br

Siga a MedPHOTON